quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Haddadó de ver esta cidade assim desgovernada!



Depois do poste de Maluf, o falecido Celso Pitta, pensávamos que não viria prefeito pior! Eis que surge o poste de Lula, o morto-vivo Haddad.

Haddadó de ver São Paulo assim desgovernada, com um prefeito incompetente, insensível e inoperante, que desrespeita o povo e as nossas instituições!

Despreparado e perdido desde a campanha, amparado exclusivamente por um marketing competente que construiu a imagem do "novo", suficiente para elegê-lo prefeito há um ano, bastaram poucos meses no cargo para a sua desconstrução. 


Para aprovar o aumento abusivo do IPTU, a base governista não pensou duas vezes: atropelou o regimento e fez todo tipo de acordos e manobras para obter os votos necessários. "Viraram as costas para a Associação Comercial de São Paulo e tentaram desqualificar o Sebrae", exemplifica o vereador Ricardo Young, líder do PPS na Câmara Municipal.

O dia seguinte foi mesmo de dar dó! Boa parte dos vereadores que votaram a favor do aumento nem sequer compareceram para a sessão desta quarta-feira, que aprovaria projetos de autoria deles próprios, o que geralmente incentiva a presença em plenário. Mas, que nada! Nem isso funcionou: prevaleceu a ressaca moral diante da saraivada de críticas e protestos na mídia e nas redes sociais.

Para completar a má fase, surgiram denúncias que atingem alguns dos principais operadores políticos do PT na Prefeitura, na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados.

Até a prisão de funcionários da Prefeitura de São Paulo - que num primeiro momento a imprensa tratou como possível retaliação ao ex-prefeito Gilberto Kassab, pelo voto contrário dos vereadores do PSD ao aumento do IPTU - acabou sendo um tiro no pé de Fernando Haddad. Um dos presos foi nomeado diretor da SPTrans - empresa que cuida do transporte na cidade - já na gestão do PT.

Agora Haddad ressurge da reclusão pós-férias na Itália com esta: São Paulo está há 15 anos 'de joelhos'. Ops! Como assim? Então é tudo culpa do seu aliado Paulo Maluf???

E fecha-se um ciclo... Faz sentido.