terça-feira, 31 de julho de 2012

Soninha: “Agora todo candidato anda de bicicleta”

Candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo faz críticas aos rivais e diz estar preparada para assumir o comando da cidade

A candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, participou na noite desta segunda-feira do programa Band Eleições. Ela destacou que os candidatos só lembraram agora dos ciclistas por causa da época de eleições.

“Agora todo mundo tá andando de bicicleta e skate”, afirmou a candidata. “Eles estão competindo para ver quem faz o maior número de quilômetros de ciclovias. Isso é uma bobagem. A gente precisa de um plano cicloviário, fazer um estudo para a implementação dessas faixas.”

Soninha também comentou a utilização das motofaixas. “Eu sou motociclista e posso dizer por experiência que a motofaixa da avenida Sumaré funciona muito bem. Já a da Vergueiro é totalmente desnecessária, pois não existe um conflito de espaço.”

A candidata estará presente no primeiro debate da Band, nesta quinta-feira. “Todo mundo se apresenta como novo. Eu tenho experiência como vereadora e subprefeita, de ser usuária do sistema público, do transporte coletivo. Quero demonstrar essa experiência.”

Assista aqui a íntegra da entrevista.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Ao pé da letra: Soninha dá o sangue na campanha!

PPS/SP @23pps
Candidato tem que "dar o sangue" na campanha! @SoninhaFrancine levou a máxima ao pé da letra e foi à Fundação Pró-Sangue fazer a sua parte!

Fundação Pró-Sangue ‏@pro_sangue
Hoje, Soninha Francine deu um tempo em sua agenda para doar sangue. Compareceu na Pró-Sangue para fazer a doação, gesto que faz desde 1998.

Veja fotos da doação a e cobertura do dia-a-dia da campanha.

Vão "cristalizar" polarização Serra x Russomanno?

Estando bom para ambas as partes... (os outros que se danem)


A nota do Painel da Folha de S. Paulo relata em parte o que foi a proposta da cobertura eleitoral da Rede Globo, apresentada ontem aos representantes dos oito partidos com representação congressual que tem candidatos em São Paulo.

Em linhas gerais: cobrir todos os dias (ou seja, seis vezes por semana, de segunda a sábado), a partir de 6 de agosto, os dois primeiros colocados: José Serra (PSDB) e Celso Russomanno (PRB). Os outros quatro candidatos (Soninha, Haddad, Paulinho e Chalita), que estão embolados disputando a terceira posição, apareceriam em rodízio nos telejornais, três vezes por semana. Outros dois (Giannazi e Levy Fidelix), nem isso.

Conclusão: Serra e Russomanno teriam o dobro de exposição dos concorrentes, na emissora de maior audiência no país (e na cidade, neste caso), interferindo diretamente na eleição e ajudando a "cristalizar" a polarização captada nas atuais pesquisas. Um golpe fatal nas demais candidaturas.

A proposta conseguiu a proeza de desagradar a todos, menos aos dois beneficiados, obviamente. Estranho, para dizer o mínimo. Vai na contramão, também, de quem apostava na polarização PT X PSDB. O petista não decola - e com pouco destaque na Globo, antes do horário eleitoral em 21 de agosto, isso ficaria ainda mais difícil.

O PPS propôs que, além dos dois primeiros, ao menos os outros quatro que seguem embolados na disputa apareçam diariamente nos telejornais, ainda que com um tempo menor. E todos os oito candidatos que a legislação eleitoral trata com igualdade, tenham mencionada a agenda diária. A ideia foi apoiada por PT, PMDB, PSOL, PDT e PRTB. Mas a Globo marcou nova reunião, na próxima semana, para fazer contraproposta.

Será que teremos que reeditar o velho protesto nas ruas e nas redes? "O povo não é bobo, se liga Rede Globo!"

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Em 2008 foi Maluf; em 2012 é Haddad... com Maluf!

(imagem que circula pela internet, não foi criação nossa)

O Jornal da Tarde de hoje destaca a "polarização" de Soninha Francine (PPS) com o candidato Fernando Haddad (PT), devido ao empate nos três últimos resultados consecutivos apurados pelo Datafolha, o que é um fracasso retumbante para a campanha petista, que tem o empenho da máquina do governo federal, cobertura desproporcional da imprensa e o apoio pessoal de Lula e Dilma.


Em 2008, a "polarização" ocorreu com Paulo Maluf (PP), na sua última disputa ao Executivo paulistano. Na semana final da campanha, começou um movimento espontâneo nas redes sociais que estimulava o eleitor a fazer Soninha ter mais votos que Maluf.

O embate decisivo seria no debate da Globo, que acabou cancelado por pressão da candidata do PT, Marta Suplicy, que liderava as pesquisas (e acabaria derrotada por Kassab no segundo turno).

O resultado acabou favorecendo Maluf: 376.734 (5,91% dos votos) contra 266.978 (4,19%) de Soninha.


A ironia é que hoje Haddad e Maluf, petistas e malufistas, estarão no mesmo palanque. Fato que nem Luiza Erundina, que desistiu de ser candidata a vice nesta chapa, nem Marta Suplicy, que se recusa a fazer campanha, engolem. Parece que só mesmo os petistas mais pragmáticos e a imprensa submissa aderiram à criatura de Lula, o Menino Malufinho Fernando Haddad.

Leia também:

Folha publica reclamação do PPS sobre cobertura

Soninha segue em 3º na corrida à Prefeitura de SP


terça-feira, 24 de julho de 2012

Folha publica reclamação do PPS sobre cobertura

Painel do Leitor (24/7/2012), Folha de S. Paulo

Eleições

Pela terceira vez consecutiva, o Datafolha registrou empate entre Soninha Francine (PPS) e Fernando Haddad (PT) em terceiro lugar na intenção de votos para a Prefeitura de São Paulo ("Poder", 21/7).

Estranhamente, porém, a Folha cobre diariamente a campanha do petista e ignora a candidata da coligação "Um Sinal Verde para São Paulo".

Se não bastasse, no gráfico da pesquisa, coloca sempre a "carinha" de Haddad acima da de Soninha, em vez de colocá-las lado a lado, como recomendariam a matemática, a ética e o bom jornalismo, já que ambos estão empatados com 7%.

É duro enfrentar o empenho da máquina e o reforço da mídia. Por que essa preferência? Freud explica, a Folha não.

Maurício Huertas, secretário de Comunicação do PPS (São Paulo, SP)

Leia também:

Soninha segue em 3º na corrida à Prefeitura de SP

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Soninha segue em 3º na corrida à Prefeitura de SP

A candidata da coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", Soninha Francine (PPS), segue em terceiro lugar com 7% na pesquisa Datafolha para a Prefeitura de São Paulo.

O levantamento realizado nos dias 19 e 20 de julho registra o crescimento do candidato do PRB, Celso Russomanno, apenas quatro pontos abaixo do líder José Serra (PSDB), que aparece com 30% das intenções de voto para prefeito. Russomanno tem 26%. Há o chamado "empate técnico", dentro da margem de erro de três pontos, para mais ou para menos.

Na terceira colocação aparecem novamente empatados Soninha Francine (PPS) e Fernando Haddad (PT), ambos com 7% - apesar do empenho da máquina e do esforço da mídia para mostrar uma polarização que não existe entre tucanos e petistas.

Na sequência, embolados dentro da margem de erro, aparecem Gabriel Chalita (PMDB), com 6%; e Paulinho da Força (PDT), com 5%.

Esta é a primeira pesquisa Datafolha após a oficialização das candidaturas e o início das campanhas de rua. É a primeira também sem o nome de Netinho de Paula (PCdoB).

Clique na arte abaixo para ampliar:


Alguns detalhes chamam atenção nos gráficos e números acima. Primeiro, o favorecimento da Folha de S. Paulo ao candidato petista Fernando Haddad: em vez de colocar a "carinha" dele e de Soninha Francine lado a lado, já que ambos aparecem empatados (nas três últimas pesquisas, diga-se), coloca sempre o ex-ministro acima da ex-vereadora. Freud explica; a Folha, não.

No texto de análise da pesquisa, assinado pelo editor-assistente Ricardo Mendonça, publicam que Soninha Francine é do PDT. Mais que um descuido, um descaso. Fruto, talvez, da aposta do jornal na tal "polarização" furada entre tucanos e petistas (porque raios Serra e Haddad tem presença diária nas páginas da Folha, enquanto Soninha e até o vice-líder Russomanno mal aparecem?).

Outro destaque: No "grau de conhecimento", surpreende que 22% afirmem conhecer a candidata Ana Luiza (PSTU), por exemplo, e que ela apareça com 1% de intenção de votos na pesquisa estimulada. Mais fácil supor que 1% do eleitorado pesquisado a tenha confundido com Luiza Erundina. Ou não? Até porque o partido não é mostrado ao eleitor pesquisado.

Mais informações a ressaltar: 61% dos eleitores votariam (40% com certeza, 21% talvez) no candidato indicado por Lula. Outros 60% (33% com certeza, outros 27% talvez) no candidato de Dilma. E o vitaminado (pela mídia e pela máquina) candidato Haddad não passa dos 7% - num vexatório empate com a ex-petista Soninha Francine, que não tem mídia, não tem máquina e ainda é atacada diariamente pelo exército virtual PTbull nas redes sociais.

Alguns motivos talvez expliquem a tragédia Haddad: 1) Foi um ministro da Educação inexpressivo, apesar de atravessar os 8 anos de Lula e o primeiro ano de Dilma. 2) Foi secretário de Finanças da gestão Marta, que criou inúmeras taxas impopulares na gestão petista; 3) Dos pesquisados, 77% dizem que jamais votariam num candidato apoiado por Maluf (embora outros 23% pudessem votar num candidato malufista, 11% com certeza e 12% talvez). 4) O desconhecimento, apesar do esforço da mídia e do reforço da máquina. 5) A pura e simples falta de carisma, sem contar o despreparo. 6) A imposição de Lula, que resultou na defenestração de Marta e Luiza Erundina da campanha.

Conclusões: os grandes derrotados, até agora, são aqueles que apostavam na polarização entre PT e PSDB. Estávamos certos quando fazíamos a leitura (desde 2010) do vácuo existente entre essas duas opções desgastadas. Somados, petistas e tucanos são votados hoje por 37% dos paulistanos. As opções de "terceira via" são escolhidas por outros 45% (se contarmos 26% de Russomanno, 7% de Soninha, 6% de Chalita, 5% de Paulinho e 1% de Giannazi). Isso sem falar dos 6% de indecisos e 11% de votos brancos ou nulos.

Resumindo: todos estão no jogo! Façam as suas apostas...

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Uma homenagem ao PT e PSDB no "Dia do Amigo"

Ato marca compromisso de Soninha com mobilidade

Falar em compromisso dos candidatos à Prefeitura de São Paulo com a "mobilidade por bicicletas" é falar de Soninha Francine, que em 2008 inovou ao introduzir o tema na pauta da campanha eleitoral, comparecendo inclusive aos debates na TV de bicicleta - e hoje todos os candidatos posam de ciclistas e repetem o discurso ditado pelos marqueteiros.

Neste sábado, Soninha participa de uma bicicletada e assina uma carta-compromisso com a Ciclocidade e o CicloBR. A proposta é igual para todos os candidatos:

1) pedalada pelas ruas da cidade (da região da Pompéia até a Prefeitura de São Paulo, no Anhangabau);
2) apresentação e discussão dos compromissos propostos pelos ciclistas na carta;
3) assinatura do documento;
4) gravação de um depoimento em vídeo sobre a mobilidade por bicicletas.


A carta apresenta 10 pontos com os quais os candidatos se comprometem, se eleitos, a promover e garantir a mobilidade por bicicletas na cidade. O documento é resultado de discussões realizadas com a sociedade civil desde maio e de uma consulta realizada pela internet, que obteve mais de mil respostas de ciclistas e não-ciclistas.

CARTA-COMPROMISSO COM A MOBILIDADE POR BICICLETAS

O futuro prefeito ou prefeita de São Paulo assumirá em 2013 uma cidade com graves problemas de mobilidade urbana. Em 2012, a cidade bateu o recorde histórico de congestionamento, com 295 km de vias paradas (dos 800 km monitorados pela CET). Segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas, essa imobilidade resulta em um prejuízo anual de R$ 34 bilhões para a economia da cidade.

Os números refletem uma situação grave, onde motoristas sofrem com a perda de tempo no trânsito; usuários de transporte público, com as péssimas condições e insuficiência de ônibus; e pedestres, com a falta de respeito e espaço para circular com segurança pela cidade.

Juntos, todos sofremos com a poluição, a degradação dos ambientes de convivência e o aumento da agressividade nas ruas.

Por todo o mundo, o uso da bicicleta vem sendo tratado como um importante indicador de qualidade de vida, havendo um consenso crescente entre técnicos, gestores e urbanistas sobre a necessidade de inclusão definitiva deste modal nas políticas urbanas.

No início deste ano entrou em vigor a Política Nacional de Mobilidade Urbana que, entre outras diretrizes, indica a “prioridade dos modos de transportes não motorizados sobre os motorizados”, sugerindo aos gestores públicos atenção especial à mobilidade por bicicletas como alternativa para as cidades.

São Paulo ainda não conseguiu incluir a bicicleta de maneira efetiva nas políticas de transporte, contando com uma infraestrutura cicloviária insuficiente e com pouca utilidade para o ciclista urbano - atualmente, as ciclovias, ciclofaixas e rotas de bicicleta estão fragmentadas pela cidade, são incompletas ou possuem problemas de construção e manutenção.

A falta de continuidade dos projetos e ações, o descumprimento de prazos e o baixo investimento neste modal colocam um número cada vez maior de pessoas que optam pela bicicleta em risco nas ruas da cidade.

Entre 1997 e 2007 o número de viagens de bicicleta cresceu 176%, índice muito superior, por exemplo, aos 31% registrados no modo Metrô ou aos 13% de acréscimo no modo automóvel. Em 2012, estimamos que cerca de 500 mil pessoas utilizem a bicicleta ao menos uma vez por semana na cidade. Por outro lado, o orçamento municipal não alcançou sequer 0,04% do total de gastos do município em transportes de acordo com o Plano Plurianual 2010-2013.

Para atender essa demanda crescente, São Paulo precisa de um gestor disposto a investir efetivamente na mobilidade por bicicletas, oferecendo condições de articulação com o transporte coletivo e realizando ações em todas as regiões da cidade (inclusive na periferia, onde vive a maior parte dos ciclistas paulistanos).

Apresentamos aqui um conjunto de propostas que deverão nortear o trabalho de gestores/as comprometidos/as com a melhoria da qualidade de vida desta cidade e com a necessidade de transformar o modelo de mobilidade urbana em São Paulo:

1) Desenhar um plano cicloviário para toda a cidade baseado em estudos e pesquisas, criando uma rede de ciclovias, ciclofaixas e rotas de bicicleta que garantam deslocamentos seguros e confortáveis aos cidadãos. Executar o plano de acordo com os prazos anunciados para projetos e obras.

2) Aumentar em 0,25% por ano o orçamento municipal de transportes destinado à mobilidade por bicicletas por meio do Plano Plurianual, atingindo 1% do total de recursos em 2017.

3) Promover a participação da sociedade civil, implantando o Conselho Municipal de Transportes, garantindo o acesso fácil à informação e estabelecendo mecanismos efetivos de diálogo formal com a sociedade sobre programas, projetos e ações de interesse dos ciclistas.

4) Integrar a bicicleta ao transporte público, criando redes cicloviárias ao redor dos terminais de ônibus, estações de metrô e de trens. Instalar e manter bicicletários integrados aos terminais e estações, que sejam gratuitos, adequados à demanda e com o mesmo horário de funcionamento do transporte coletivo.

5) “Acalmar” o trânsito, com adoção do limite de velocidade de 50km/h em avenidas, ampliação das “zonas 30km/h” dentro dos bairros e instalação de dispositivos como rotatórias, faixas de pedestre elevadas, sinalização horizontal e outros.

6) Garantir a travessia segura de pedestres e ciclistas em todas as pontes dos rios Pinheiros e Tietê e suas alças de acesso, com a construção de calçadas, faixas de pedestres e ciclovias ou de pontes específicas para esses.

7) Desenvolver e implementar um Plano Diretor que estimule a redução dos deslocamentos, garantindo a distribuição equilibrada de moradias, serviços, empregos, infraestrutura, equipamentos culturais e de lazer por toda a cidade. Restringir a ação da especulação imobiliária, permitindo a densificação sem que haja verticalização excessiva.

8) Desestimular o uso do automóvel, aumentando as restrições de circulação e estacionamento em via pública, ampliando calçadas e calçadões e dando prioridade absoluta aos investimentos no transporte coletivo e na mobilidade de pedestres e ciclistas.

9) Desenvolver campanhas e programas permanentes de educação para todos que participam do trânsito, privilegiando o deslocamento seguro de pedestres e ciclistas. Intensificar a fiscalização dos comportamentos que colocam em risco a vida e ampliar as ações para locais e horários que hoje não têm fiscalização (noites, regiões periféricas e interior dos bairros).

10) Melhorar a convivência dos serviços de transporte público sobre pneus (ônibus e taxis) com as bicicletas, implantando programas de educação e reciclagem permanente de todos os condutores. Garantir condições adequadas de trabalho aos motoristas, privilegiando a direção segura em detrimento da pressa.

Eu, SONINHA FRANCINE, candidata ao cargo de prefeita de São Paulo, afirmo que, caso seja eleita, cumprirei os itens acima, a fim de garantir a melhoria das condições de mobilidade e qualidade de vida na cidade de São Paulo.


AGENDA
Sábado, dia 21, às 15h - Bicicletada CicloBR com Soninha. Participa de ato com ciclistas, grava vídeo e assina documento com propostas. Ponto de encontro: Rua Raul Pompeia, 226, depois segue até a Prefeitura, no Anhangabau. Leia mais.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Soninha apresenta à noite propostas para a cidade

A convite do deputado federal Arnaldo Jardim (PPS/SP), com a presença também do vereador Professor Claudio Fonseca, a candidata da coligação "Um Sinal Verde para São Paulo" à Prefeitura, Soninha Francine, vai apresentar suas propostas para a cidade.

O evento acontece hoje à noite (quinta, dia 19, às 19h) no Hotel Trianon Paulista, Alameda Casa Branca, 355, região da avenida Paulista.

Veja também:

As 10 principais propostas de Soninha para SP

Agenda da campanha de Soninha

Fotos, informações e material de campanha

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Soninha diz que é preciso acabar com desigualdade


A candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, participou na manhã desta quarta-feira de três programas na Rede Bandeirantes: Jornal Gente, na Band AM; Rádio Band News e Band News TV. Ela afirma que é preciso acabar com o abismo social que existe na capital paulista. "Tem uma cidade boa, com serviços públicos e privados. E uma ruim, que não tem oportunidade de trabalho, áreas de lazer", assegura.

Veja também:

Para Soninha, função da Guarda Civil está distorcida em SP

O dia-a-dia da campanha de Soninha

terça-feira, 17 de julho de 2012

Debate da Record News reúne candidatos a vice

A Record News e o Portal R7 promoveram nesta segunda-feira (16), um debate entre os candidatos a vice-prefeito da capital paulista, mediado pelo jornalista Heródoto Barbeiro.

Os candidatos responderam perguntas relacionadas à saúde, transporte e segurança. Oito candidatos de partidos com representação no Congresso Nacional foram convidados. Cinco aceitaram o convite: Lucas Albano, do PMN, vice de Soninha Francine (PPS); Nádia Campeão, do PC do B, vice de Fernando Haddad (PT); Joaquim Grava, do PDT, vice de Paulinho da Força (PDT); Luis Duarte, do PRTB, vice de Levy Fidelix (PRTB); e Edmilson Costa, do PCB, vice de Carlos Giannazi (PSOL).

O advogado Lucas Albano, vice de Soninha na coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", questionou a comunista Nádia Campeão por participar da coligação feita pelo PT, que engloba também o PP, do deputado federal Paulo Maluf, na mesma chapa - fato que gerou o afastamento da deputada Luiza Erundina (PSB), primeira vice anunciada na chapa de Haddad.

Além das críticas, Albano afirmou a Nádia que a participação dela em uma aliança "dura de engolir" era algo que o surpreendia. Segundo o vice, "Lula e Maluf eram duas pessoas que se digladiavam e hoje se abraçam", demonstrando a incoerência e falsidade da aliança.

A candidata do PCdoB rebateu as críticas num bloco seguinte e afirmou que a aliança foi feita por conta do "desafio de se governar uma cidade com as proporções de São Paulo", o que justificaria juntar forças divergentes (incluindo Maluf, procurado pela Interpol) para vencer as eleições.

Nádia classificou como incorreta a "personificação" dos partidos que compõem a chapa petista e disse que o PP, assim como os demais partidos da base de apoio a Haddad, são aliados também na esfera federal, no apoio à presidente Dilma Rousseff.

Assista a íntegra do debate e conheça as ideias de cada um deles:



Leia também:

Debate de vices vira sessão de críticas à gestão 'Serra/Kassab'

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Debate com candidatos a vice nesta segunda-feira

Seis confirmaram presença. Encontro terá transmissão ao vivo às 16h no Portal Terra e às 23h na Record News

O advogado Lucas Albano (PMN), candidato a vice-prefeito de Soninha Francine (PPS) na coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", participa nesta segunda-feira (16), do debate promovido pelo Portal R7 e pela Record News.

Seis candidatos a vice já confirmaram presença. São eles: Luiz Flávio D’Urso (PTB), vice de Celso Russomanno (PRB); Nádia Campeão (PCdoB), vice de Fernando Haddad (PT); Joaquim Grava (PDT), vice de Paulinho da Força; Luis Eduardo Duarte (PRTB), vice de Levy Fidelix; Edmilson Costa (PCB), vice de Carlos Giannazi (PSOL); e Lucas Albano (PMN), vice de Soninha Francine;

O ex-secretário municipal da Educação Alexandre Schneider (PSD), vice de José Serra (PSDB), não respondeu ao convite; e Marianne Pinotti (PMDB), vice de Gabriel Chalita, alegou que não poderá participar devido a uma viagem.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Soninha e Marina juntas no lançamento de Young

A jornalista e ex-vereadora Soninha Francine, candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, e a presidenciável, ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva estiveram juntas no evento de lançamento da candidatura a vereador de Ricardo Young (PPS), que ocorreu nesta quinta-feira (12), em São Paulo.

Também prestigiaram o início da campanha de Ricardo Young, entre outros, o empresário e candidato a vice-presidente na chapa de Marina em 2010 pelo PV, Guilherme Leal; o idealizador do Movimento Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis, Oded Grajew; e os presidentes das três instâncias do PPS: nacional, deputado federal Roberto Freire; estadual, deputado e secretário de Gestão Pública do Estado, Davi Zaia; e municipal, o ex-subprefeito da Lapa e secretário-adjunto de Gestão Pública, Carlos Fernandes.

Foi reforçada a importância da parceria entre o PPS e integrantes do Movimento Nova Política, grupo formado na campanha presidencial de Marina em 2010, que a acompanhou na saída do PV e que segue propondo mudanças estruturais no sistema político-partidário brasileiro para "democratizar a democracia".

"Eu sei muito bem que é improvável que você escolha um candidato à Prefeitura de São Paulo para apoiar. Mas, na minha vida, eu não me arrisco a pedir só o que é certo. Não posso deixar de oferecer a minha candidatura. Trago aqui um ramo de flores para simbolizar nosso matrimônio", afirmou Soninha antes de entregar o presente a Marina.

A ex-presidenciável, que declarou apoio a Ricardo Young, elogiou a "coragem e humildade" de Soninha ao justificar a neutralidade na eleição majoritária: "Não estou apoiando nenhum candidato a prefeito porque eu acho que essa é a minha forma de contribuir para a política. Nesse momento em que muita gente quer subir no palanque, algumas lideranças têm que ficar embaixo do palanque."

Leia aqui mais informações sobre a campanha de Soninha Francine à Prefeitura de São Paulo pela coligação "Um Sinal Verde para São Paulo". Veja o álbum de fotos do lançamento de Ricardo Young com a presença de Marina Silva.

Leia também:

Ricardo Young reúne Soninha e Marina nesta quinta

Record News: Soninha prioriza o transporte público


A Record News e o portal R7 realizam até sexta-feira (13) uma série de entrevistas/debates com os candidatos à Prefeitura de São Paulo. No quarto dia da série, devido a desistência de Luiz Flávio D’Urso, do PTB, a candidata Soninha Francine, do PPS, teve 30 minutos para responder perguntas dos internautas e do jornalista Heródoto Barbeiro.

Veja aqui a íntegra da entrevista de Soninha na Record News.

Os candidatos José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT) não compareceram à série de debates, que seriam realizados em duplas e foram definidos por sorteio. Enquanto o tucano se recusou a participar até mesmo das reuniões preparatórias, o petista só avisou que não compareceria no dia em que deveria enfrentar o candidato do PSOL, Carlos Giannazi.

Leia também:

Veja os bastidores do debate com Soninha Francine na Record News e R7

Soninha defende rodízio e pedágio urbano para resolver trânsito em SP

Soninha diz que Chalita precisa de “alarme”

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Soninha expõe propostas no R7 e Record News

A partir das 16h desta quinta-feira, 12 de julho, a candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, a jornalista Soninha Francine, participará da série de entrevistas e debates promovidos conjuntamente pelo Portal R7 e Record News com os postulantes ao Executivo.

Inicialmente, Soninha debateria com o advogado Luiz Flávio D´Urso (PTB), como ficou definido em sorteio prévio, mas ele acabou desistindo da disputa. A candidata da coligação "Um Sinal Verde para Sâo Paulo" será, então, sabatinada pelo jornalista Heródoto Barbeiro.

A entrevista, que terá 30 minutos, será transmitida ao vivo pelo Portal R7, a partir das 16 horas. À meia-noite, o conteúdo será reproduzido na íntegra pela Record News.

Ricardo Young reúne Soninha e Marina nesta quinta


Hoje quinta-feira, 12 de julho, às 19h, ocorrerá o lançamento da campanha de Ricardo Young a vereador pelo PPS, na coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", liderada pela candidata a prefeita Soninha Francine, com a presença da ex-senadora Marina Silva.

Para quem não lembra, Ricardo Young teve 4 milhões de votos como candidato ao Senado pelo PV em 2010, ao lado da presidenciável Marina e do candidato a governador Fábio Feldmann.

Abaixo, veja nota do Painel da Folha de S. Paulo deste sábado, 7 de julho, que repercute o lançamento:

A seguir, reportagem de domingo (dia 8) de O Estado de S. Paulo:

Leia também:

Freire: "Verde" é sinônimo de qualidade de vida

Soninha vai pedir o apoio de Marina Silva na quinta

Pacto com marineiros terá Ricardo Young vereador

Pacto com os "marineiros" por cidades sustentáveis

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Campanha nas ruas: o "vale-tudo" das eleições


O Jornal da Tarde publicou hoje nota sobre o ex-vereador Vicente Viscome, que na gestão do prefeito Celso Pitta (1997-2000) chegou a ser preso por envolvimento com o que se chamou de "máfia dos fiscais", escândalo que comprovou uma série de irregularidades nas subprefeituras (até então denominadas administrações regionais), com a participação criminosa de servidores públicos e vereadores paulistanos.

O Blog do PPS complementa e ilustra a informação do jornal sobre o candidato do PRP (da coligação de Celso Russomanno): cidadãos flagraram uma ambulância com o nome de Vicente Viscome percorrendo as ruas do bairro da Mooca e um banner com seu nome, foto e a inscrição "Doe sangue" colocado num poste (inclusive com sinalização de trânsito) - duas práticas consideradas irregulares pela legislação vigente.


Leia também:

Propaganda eleitoral antecipada? Será? (Ah, vá!!!)

TRE multa Lula, Haddad e Ratinho por propaganda

terça-feira, 10 de julho de 2012

Soninha: Entrevistas, debates, palestras, sabatinas

Aqui estão reunidas as principais propostas de Soninha Francine à Prefeitura de São Paulo, entrevistas, palestras, debates, sabatinas. Um pouco de tudo o que o PPS e sua candidata vem apresentando na campanha "Um Sinal Verde para São Paulo", por uma cidade mais justa, sustentável, humana, inteligente e feliz.

Leia aqui:

Metrô News: Soninha quer terrenos e prédios públicos ociosos para creches (íntegra da edição impressa)

Jornal SBT Manhã entrevista Soninha

Sabatina Estadão: Veja as principais declarações

Soninha é entrevistada ao vivo no SPTV, da Globo

Veja na íntegra entrevista de Soninha à Rádio CBN

Sabatina Folha: Quem foge do script dos marqueteiros assusta?

Debate na Band: Soninha mostra preparo e conhecimento da cidade

Entenda a coligação "Um Sinal Verde para São Paulo"

As 10 principais propostas de Soninha e as 10 razões para ser candidata

Reveja os principais temas do Programa de Soninha

Transporte inteligente para uma cidade justa e feliz

Estadão publica propostas de Soninha no DesafioSP

Veja "Hora do Voto" com Soninha na TV Gazeta

TV Diário: Soninha quer mais empregos na periferia

Jornal Metro desta segunda entrevista Soninha

Soninha começa campanha no centro histórico

Veja como foi a sabatina do R7 e da Record News

Veja como foi o Band Eleições com Soninha

Veja como foi a sabatina de Soninha no SBT e Terra

Rádio Band: Soninha quer reformular corredores de ônibus

Iguatemi: Soninha quer operacionalizar corredores de ônibus

Soninha visita Grupo Estado e confirma candidatura

Veja íntegra do programa "A Máquina" com Soninha

Soninha faz visita institucional à Câmara Municipal

Revista da Folha entrevista Soninha Francine

Veja entrevista de Soninha à Maria Lydia na Gazeta

Veja aqui a íntegra da entrevista de Soninha à CBN

Revista Época entrevista Soninha Francine

Soninha se apresenta contra as 'burrices' do sistema

Artigo na Folha: "Um sinal verde para São Paulo"

Soninha Francine: "Andar, conviver e dormir"

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Transporte inteligente para uma cidade justa e feliz


Assista a íntegra da participação de Soninha Francine, candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, no ciclo de palestras "A engenharia e a cidade", no Sindicato dos Engenheiros. Destacando como um dos eixos estruturais em seu programa de governo a questão da mobilidade urbana, Soninha foi a primeira a apresentar suas propostas à categoria na terça-feira, 3 de julho.

A ex-vereadora afirmou, na oportunidade, o caráter decisivo da mobilidade para uma cidade “mais justa, sustentável, agradável, feliz”. E destacou: “Não temos adotado um modelo muito inteligente. O certo é investir em transporte coletivo, que deve ser prioridade.”

Lembrando ser atribuição da Prefeitura cuidar do sistema de ônibus, apontou que a troncalização e melhor operação dos corredores exclusivos estão entre suas metas. Isso resultará, segundo ela, em fluidez, regularidade e previsibilidade adequadas. “Só com isso o transporte coletivo já vai melhorar muito, sem grandes obras.”

A candidata salientou ainda estar entre seus planos aprimorar os serviços, com mais conforto e informação aos usuários, inclusive nos pontos de ônibus. “Hoje tem tecnologias para isso. Aplicativos não faltam para resolver os problemas.”

Também na área de mobilidade, Soninha pontuou o papel das bicicletas, com o planejamento de sistema cicloviário integrado aos demais modos de transporte (inclusive com o uso de bicicletas compartilhadas).

As dificuldades para os pedestres ao atravessarem grandes avenidas e marginais, por exemplo, também foram preocupação levantada por ela. E, associada à melhoria do transporte coletivo, a já conhecida solução de aproximar o emprego da moradia e vice-versa. “Da zona leste para o centro vem e volta um Uruguai por dia. É preciso ter uma cidade inteligente, mista e compacta.”

Questionada pela plateia, Soninha comentou também sobre outras questões, como segurança pública, saúde e educação. A todas, destacou a importância de que se tenham ações planejadas e sistema de informação que garanta transparência, participação e controle social.

Leia também:

Soninha: Entrevistas, debates, palestras, sabatinas

domingo, 8 de julho de 2012

Freire: "Verde" é sinônimo de qualidade de vida


O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire, fala em entrevista ao repórter Iuri Pitta, da TV Estadão, sobre as candidaturas do partido nas grandes cidades.

Sobre Soninha, que lidera a coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", especialmente, Freire diz que ela pode surpreender nesta eleição, ressalta a necessidade de um "olhar feminino" na política, comenta sobre a presidenciável Marina Silva, o candidato a vereador Ricardo Young , o "verde" como símbolo da qualidade de vida e questões como mobilidade, emprego e melhores condições urbanas.

'Novo eleitor' trata verde como 'qualidade de vida'
Seja como for, a tática do PPS para conquistar esse eleitorado é apostar não só no "verde", mas no fato de Soninha ser a única mulher na disputa

Do jornal O Estado de S. Paulo

Única a usar o verde como mote de campanha em São Paulo, a candidata do PPS Soninha Francine busca o "novo eleitor das grandes cidades", na definição do presidente nacional do partido, deputado federal Roberto Freire (SP). "O verde significa qualidade de vida, oferecendo qualidade aos citadinos na mobilidade, na empregabilidade", disse o parlamentar à TV Estadão.

Freire não crê em um eleitorado "marineiro" e contesta a ideia de que o eleitor paulistano seja "conservador". Seja como for, a tática do PPS para conquistar esse eleitorado é apostar não só no "verde", mas no fato de Soninha ser a única mulher na disputa. "Há uma ascensão da mulher na política brasileira", afirma.

Leia também:

Ricardo Young reúne Soninha e Marina no dia 12

sábado, 7 de julho de 2012

Soninha põe mão na massa em padaria da Paulista

A candidata Soninha Francine (PPS), da coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", colocou literalmente a mão na massa neste sábado, em visita à Padaria Bella Paulista, ponto de encontro de um público diversificado, mix de várias tribos que frequentam a região da Avenida Paulista, um dos lugares mais significativos da cidade.

No local, além de almoçar e conhecer as instalações do estabelecimento que tem cerca de 400 funcionários, faturamento mensal de R$ 1,7 milhão e chega a receber 10 mil clientes num único dia, Soninha preparou massa de pão e experimentou doces antes de se reunir com a coordenação da campanha e com o vereador Claudio Fonseca (PPS) para uma reunião de trabalho.

Entre outros assuntos, a candidata à Prefeitura de São Paulo falou sobre empreendedorismo, geração de emprego e renda, e sobre a diversidade de pessoas e histórias que diariamente se encontram naquele local (Rua Haddock Lobo, 354), a um quarteirão da Avenida Paulista.



Leia também:

Soninha: 'tiro fotos com adversários, menos com o Maluf'

Terra: Soninha começa campanha à prefeitura com café no Centro

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Soninha começa campanha no centro histórico



Veja aqui o álbum de fotos do primeiro dia da campanha.

O início da campanha de Soninha Francine à Prefeitura de São Paulo, no primeiro dia permitido pela legislação eleitoral, ocorreu em um local bastante emblemático: o Pátio do Colégio (ou Pateo do Collegio, na grafia original), marco da fundação da cidade.

Ao lado da candidata a prefeita, Soninha, e do vice Lucas Albano, dirigentes e candidatos a vereador do PPS e do PMN, que formam a coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", reuniram-se para fotos e entrevistas à imprensa.

Também compareceram os presidentes de todas as instâncias do PPS: nacional, deputado federal Roberto Freire; estadual, secretário de Gestão Pública do Estado e deputado Davi Zaia; e municipal, secretário-adjunto de Gestão Pública e ex-subprefeito da Lapa, Carlos Fernandes.

O simbolismo do ato é explícito: ali foi erguida a primeira construção da atual cidade de São Paulo, quando o padre Manuel da Nóbrega e o então noviço José de Anchieta, entre outros jesuítas, a pedido de Portugal e da Companhia de Jesus, estabeleceram um núcleo para fins de catequização de indígenas no Planalto.

O Pateo do Collegio, marco inicial no nascimento da cidade de São Paulo, está encravado no alto de uma colina entre os rios Tamanduateí e Anhangabaú. Em 25 de janeiro de 1554, foi realizada, diante de uma cabana coberta de folhas de palmeira, a missa que oficializou o nascimento do colégio jesuíta.

A coligação "Um Sinal Verde para São Paulo" tem a marca da sustentabilidade e lança 110 candidatos (77 homens e 33 mulheres) ao Legislativo paulistano.

O que essa coligação pretende é dar voz à parcela significativa da população que tem mandado nas urnas, nas redes sociais e nas ruas o seu recado de descontentamento contra a mesmice da política e tem o desejo sincero de transformar o mundo e a comunidade onde vive.

A jornalista Sonia Francine Gaspar Marmo, 44 anos, foi vereadora de São Paulo eleita pelo PT em 2004, candidata à Prefeitura pelo PPS em 2008 e subprefeita da Lapa. O advogado Lucas Albano Ribeiro dos Santos, 62 anos, é presidente estadual do PMN paulista e foi candidato a senador (2002), deputado federal (2006 e 2010) e vice-prefeito (2008).

Leia também:

Veja a repercussão do primeiro dia de campanha

Confira relação dos 110 candidatos do PPS e PMN

Entenda coligação "Um Sinal Verde para São Paulo"

Soninha Francine: "Existe um porquê..."

Veja a repercussão do primeiro dia de campanha


Em primeiro ato de campanha, Soninha se diz a 'mais experiente'

Candidata pelo PPS relembra atuação como vereadora e subprefeita e afirma ter mais experiência que Serra e Haddad

Bruno Lupion, do estadão.com.br

A candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, abriu nesta sexta-feira, 6, sua campanha com um encontro com militantes no Pátio do Colégio, região central da capital paulista. Soninha afirmou que é mais experiente que o candidato do PT, Fernando Haddad, e do PSDB José Serra, para gerir a cidade.

"Tenho mais experiência sobre São Paulo que o Haddad teve na sua vida inteira. Fui vereadora e subprefeita. E também já tive oportunidade de ensinar coisas ao Serra que ele nem imaginava, como políticas culturais para jovens, inclusão digital e circulação de bicicletas".

Ela também lembrou que sua candidatura está "equidistante do G2", em referência a Serra e Celso Russomanno (PRB), em primeiro e segundo, respectivamente, nas últimas pesquisas de intenção de voto. "Eu, Haddad e Chalita estamos empatados em terceiro lugar." O presidente nacional do PPS, Roberto Freire, acompanhou o evento.

Questionada sobre suas propostas para São Paulo, afirmou que um dos maiores problemas da cidade é a longa distância entre onde as pessoas moram e onde trabalham e prometeu que, se eleita, a Prefeitura dará incentivos para empresas se mudarem para regiões periféricas e para que construtoras ergam edifícios de moradia popular na região central.

‘Boa sorte, mas nem tanto’, diz Soninha a Russomanno


Isadora Peron, de O Estado de S.Paulo

Dois dos candidatos à Prefeitura de São Paulo encontraram-se fim da manhã desta sexta-feira, 6, no Pátio do Colégio, centro da cidade, e fizeram questão de fazer foto juntos. Celso Russomanno (PRB) desejou boa sorte à Soninha Francine (PPS), que respondeu: “Boa sorte, mas nem tanto, né candidato?”

Os candidatos trocaram cumprimentos e conversaram por alguns minutos. Durante o encontro, Soninha fez ainda outra brincadeira perguntando qual secretaria Russomanno vai querer quando ela for eleita. Os dois escolheram a região da Praça da Sé para dar início à campanha eleitoral nas ruas, como prevê a lei eleitoral. Na sua estreia, a candidata prometeu, se eleita, dar incentivo às empresas que se mudarem para regiões periféricas da cidade.

Leia também:

Soninha começa campanha no centro histórico

Primeiro dia de campanha tem cafezinho, missa e reza em lixão

Russomanno e Soninha: fotos e abraços na Sé

Marido de Ana Maria usa cadela na propaganda

A campanha eleitoral produz cenas inusitadas: se não bastasse a polêmica foto de Lula nos jardins da mansão de Maluf e as bandeiras do PP e do PT unidas no primeiro ato da campanha de Fernando Haddad (PT), na Praça do Patriarca, na tarde desta sexta-feira (6), o candidato a vereador Marcelo Frisoni (PP), marido da apresentadora Ana Maria Braga, usa a cadela poodle Belinha, famosa por aparecer no programa global Mais Você, na sua propaganda.

Como o contrato com a Rede Globo veta a aparição de Ana Maria em campanhas eleitorais, Frisoni apelou para a imagem da cadela :-)

Além das fotos "oficiais" com Belinha, o candidato do PP deixou claro que é praticante de lutas marciais (com um bonequinho estilizado de quimono), e levou dois caminhões repletos de garotas de shortinho e barriga de fora, cantando o jingle da campanha e acenando para o público.

Resumo do Plano de Governo de Soninha para SP

RESUMO DO PLANO DE GOVERNO
SONINHA FRANCINE PREFEITA - 2012


Eixo Central: Reorganização do Território

Para diminuir as imensas desigualdades entre as diversas regiões de São Paulo. Só assim poderemos dar conta de verdade de todas as demandas (Educação, Saúde, Transporte Público, Lazer, Segurança etc).

Em linhas gerais, o fundamental é aproximar casa e trabalho de modo a diminuir as longas viagens, a longa ausência dos pais e a falta de convivência com os vizinhos, a falta de sono e repouso etc.

- Linhas de Ação:

1 - Garantir a oferta de moradia no centro em condições acessíveis para quem tem renda mais baixa (até 3 salários mínimos)

Mecanismos: onerar o uso especulativo de propriedades na região central, aplicando da lei que prevê o IPTU progressivo sobre imóveis sub ou mal utilizados; conceder incentivos e subsídios para investimentos privados em imóveis com esse perfil; empreender, isto é, produzir moradia popular na região central (reformar, edificar).

2 - Promover o desenvolvimento nas periferias, com a criação de postos e oportunidades de trabalho

Mecanismos: ampliar os incentivos para investimento privado em atividades que geram emprego na periferia; criar incubadoras para pequenos negócios; criar postos para trabalho à distância; reservar e oferecer áreas para comércio junto às Cohabs e outros conjuntos habitacionais populares - os já existentes e os próximos a serem feitos.

Outras ações:

Urbanizar as periferias - em muitos casos, é importante promover a verticalização (direito, não no padrão "Cohab Cidade Tiradentes") para ganhar espaço para ruas, calçadas, áreas verdes, equipamentos de educação, saúde, cultura, esporte e lazer, além dos espaços para comércio.

Emergência na Educação - na impossibilidade de oferecer AGORA o número necessário de vagas em creches públicas (diretas ou conveniadas), pagar "bolsas" em escolas particulares e contratar mães crecheiras, ou seja: tirar esse peso ($) das mães E supervisionar o atendimento, tanto nas escolinhas quanto das mães crecheiras.

Emergência na Saúde - realizar mutirões de consultas, exames e pequenas cirurgias. É inadmissível que tanta gente espere meses por uma consulta com o Clínico Geral, depois outros tantos pelo especialista, outros tantos para fazer e levar o resultado do exame...

Urgente na área de mobilidade –
A) Melhorar muito a disponibilidade de informações sobre o sistema, com uso de aplicativos para celular, totens, mapas nos pontos, pessoas treinadas para "posso ajudar"?
B) Troncalizar os corredores de ônibus; com reorganização das linhas, melhorias nos pontos de parada (incluindo cobrança de tarifa na plataforma, para agilizar o embarque) e algumas obras para "concluir" os corredores, é possível fazer, em curto prazo, que funcionem tão bem quanto uma linha de metrô.
C) Fazer muitas passarelas sobre marginais e vias expressas para travessia de pedestres e ciclistas.

Emergência na Assistencia e Desenvolvimento Social – abordagem constante, cuidadosa, respeitosa das pessoas em situaçao de rua: debaixo do Minhocao, Pateo do Colegio, etc. É preciso oferecer urgente alternativas mais variadas para essa população - que nao aceitaria, compreensivelmente, dormir em um albergue com regras rígidas e a necessidade de abandonar, por exemplo, sua carroça e seu cachorro.
Precisamos de novos equipamentos de entrada e mais opções de saída do sistema

Subprefeituras - Criar postos avançados das Subprefeituras em cada um dos 96 distritos, aumentar sua autonomia e recursos, criar mais canais de participação da população.

Segurança: mais iluminação, menos muros. Mais comércio de rua, mais áreas de lazer, mais gente morando no centro, mais empregos na periferia (aumenta o movimento diurno e noturno e favorece a convivência)

*E-gov* - em todos os níveis, melhorar a informatização, acesso, transparência e clareza das informações relacionadas a administração pública e a cidade de modo geral. Sistema de transportes (de rotas indicadas para bicicletas ao trajeto e horário dos ônibus), sistema de saúde (com marcação de consultas pela internet), zoneamento, procedimentos para obtenção de alvarás e licenças etc. Fomentar, por meio de editais, o desenvolvimento de aplicativos que facilitem a vida do cidadão.

As 10 principais propostas, resumidas

1 - Garantir a oferta de moradia no centro em condições acessíveis para quem tem renda mais baixa (até 3 salários mínimos);

2 - Promover o desenvolvimento nas periferias, com a criação de postos e oportunidades de trabalho;

3 – Urbanizar a periferia adequando áreas verdes, equipamentos de educação, saúde, cultura, esporte e lazer, além dos espaços para comércio;

4 - Educação - na impossibilidade de oferecer AGORA o número necessário de vagas em creches, pagar "bolsas" em escolas particulares e contratar mães crecheiras;

5 - Saúde - realizar mutirões de consultas, exames e pequenas cirurgias. É inadmissível que tanta gente espere meses por uma consulta com o Clínico Geral, depois outros tantos pelo especialista, outros tantos para fazer e levar o resultado do exame;

6 – Mobilidade urbana - Melhorar o acesso a informações sobre o sistema, com uso de aplicativos para celular, etc; - Troncalizar e reorganizar os corredores de ônibus - Fazer muitas passarelas sobre marginais e vias expressas para travessia de pedestres e ciclistas.

7 - Assistência e Desenvolvimento Social – abordagem constante, cuidadosa, respeitosa das pessoas em situação de rua: debaixo do Minhocão, Pateo do Colégio, etc.

8 - Subprefeituras - Criar postos avançados das Subprefeituras em cada um dos 96 distritos, aumentar sua autonomia e recursos, criar mais canais de participação da população.

9 - Segurança: - mais iluminação, menos muros. Mais comercio de rua, mais áreas de lazer, mais gente morando no centro, mais empregos na periferia (aumenta o movimento diurno e noturno e favorece a convivência);

10 - *E-gov* - em todos os níveis, melhorar a informatização, acesso, transparência e clareza das informações relacionadas a administração publica e a cidade de modo geral.

E as melhores razões para votar em Soninha
(por ela mesma, que explica porque é candidata)


1) VONTADE MONSTRO: já fui militante e defendi causas e bandeiras de muitas formas, na minha atividade profissional (apresentadora, comentarista etc.) e como voluntária. De uns anos para cá, concluí que quero estar na POLÍTICA, na ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, onde é possível ter resultados de alcance muito maior.

2) VONTADE MONSTRO (cont): na vida política, o que mais quero é estar no PODER EXECUTIVO. E meu maior sonho/projeto/objetivo é ser CHEFE DO EXECUTIVO MUNICIPAL. Isto é, prefeita :o). Podia ter disputado a eleição em 2010 para deputada, por exemplo, e provavelmente teria sido eleita. Mas eu não queria ser deputada, quero ser PREFEITA.

3) Reúno EXPERIÊNCIAS que nenhum dos outros candidatos tem: fui repórter e me enfiei em tudo quanto é canto; como voluntária, trabalhei na Brasilândia, em Heliópolis, em um Hospital Infantil; fui vereadora; fui Subprefeita; fui Superintendente de uma autarquia do governo estadual; sou USUÁRIA do serviço público como nenhum deles é ou foi - ônibus, metrô, rua, calçada, UBS, 156, SAC, Zona Azul, teatros distritais, centros culturais, parques etc.

4) ESTUDO pra caramba (palestras, seminários, conferências, livros, manuais, indicadores, legislação, experiências daqui e de tudo quanto é canto).

5) Conheço e me interesso por MUITOS temas, muito variados: mobilidade, habitação, cultura, esporte, juventude, educação, meio ambiente, democracia digital, saúde, planejamento urbano, acessibilidade, indígenas, direitos LGBT, gestão pública etc.

6) ESCUTO as pessoas com muito interesse e paciência - funcionários, munícipes, qualquer um que queira falar. É só marcar horário - ou me pegar por aí na rua, como muitas vezes me pegam :o)

7) CRIO ESPAÇOS para que as pessoas tenham como falar sem depender da minha boa-vontade: na Câmara, fiz PLs (que depois viraram lei) criando os Conselhos Regionais de Meio Ambiente nas Subprefeituras e o Conselho Municipal da Juventude.

8) É MUITO FÁCIL saber o que eu penso dos problemas da cidade - ou sobre qualquer questão, aliás. "Pergunta que eu respondo" - não fujo de temas "chatos", não escondo opiniões porque elas podem me criar problema. Falo com todo mundo que quiser me entrevistar, seja grande mídia, TV comunitária, blog, trabalho de escola. Vou a escolas de ensino fundamental ou a qualquer outro lugar em que queiram me ouvir. As pessoas podem discordar do que eu penso, mas não reclamar que não sabem o que penso!

9) É MUITO FÁCIL acompanhar o que eu faço por aí, por onde ando, quem encontro, o que vejo na TV... Tem blog, tuíter, site etc. Quem quiser ver o que foi o meu mandato de vereadora, por exemplo, pode entrar no gabinetesoninha.zip.net. Tá tudo lá: fracassos e sucessos, certezas e dilemas.

10) Também é muito fácil saber QUEM está comigo - assessores, conselheiros, consultores... Minhas equipes estão sempre publicadas na internet... Aliás, outro PL que eu fiz foi o que obrigava a prefeitura a publicar na web os nomes e a função de todos os funcionários da administração municipal.

11) Quando eu falo o que pretendo fazer, não transformo tudo em um slogan simples: "Mais educação! Mais saúde!". Falo das coisas com mais profundidade, expondo a complexidade delas, e explico como realmente pretendo lidar com elas, a curto e médio prazo.

12) O PPS é um partido que escolhe o caminho mais difícil, onde mais leva porrada, para não abrir mão daquilo em que acredita. Passou de PCB a PPS porque o modelo de regime comunista vigente era de um autoritarismo que o partido não endossava; apoiou Lula no segundo turno em 2002 e deixou a base do governo tão logo percebeu que ele contradizia o que o PT havia defendido a vida toda (política econômica, política de alianças, loteamento da máquina pública etc); dispensou seus dois vereadores eleitos em 2004 em São Paulo porque desaprovava sua atuação na Câmara, e em 2008 partiu "do zero" para eleger vereadores. Não me censura opiniões que podem ser "polêmicas", não me obriga a defender coisas com as quais não concordo. Não faz qualquer coisa para ter mais tempo de TV, mais recursos etc. É intolerante com desvios cometidos por seus membros e aliados. É um partido sempre disposto a se rever, reformular, corrigir os rumos. Na reforma política, defende até a possibilidade de haver candidatos que não sejam filiados a partido algum, isto é, não coloca a sobrevivência do partido em primeiro lugar.

Confira relação dos 110 candidatos do PPS e PMN

NOME COMPLETO

ABEL GOMES DA SILVA 23852 PPS
ADIMAR DE FARIA LIMA 23502 PPS
ADINELSON MOTA 23867 PPS
ADONAI HADAN LIMA 23369 PPS
ADROALDO DA SILVA BARBOSA 33140 PMN
AGNALDO QUEIROZ DE FARIA 23018 PPS
AIRTON PEDROSO DE MORAES 23120 PPS
ALCIDES RODRIGUES CINTRA 33370 PMN
ALESSANDRO MARCO ROSINI 23223 PPS
ALEX SANDRA SILVA COSTA DE JESUS 23025 PPS
ALEXANDRE BEZERRA NOGUEIRA 23347 PPS
ANGELA RODRIGUES DOVIDIO 23014 PPS
ANTONIETA CAROANO GIAMPA 33300 PMN
ANTONIO ARGEMIRO ALVES LEITÃO 23451 PPS
ANTONIO MARIZ DELMONDES 33162 PMN
AQUISON CRISÓSTOMO DE SOUZA 33933 PMN
ARI FRIENDENBACH 23321 PPS
BRUNNA POTAME 23126 PPS
CARLOS BAPTISTA 23444 PPS
CARMEM TABOSA DO AMARAL 23513 PPS
CELSO ARAUJO DOS SANTOS 23700 PPS
CELSO PAVARIN DE MIRANDA JUNIOR 23013 PPS
CINDRA MACHADO LIMA 33800 PMN
CLAUDIA DE LIMA MACRUZ ZIMMARO 23210 PPS
CLAUDIO GOMES DA FONSECA 23123 PPS
CLAUDIO LUIZ DAL PRÁ 23411 PPS
CONCEIÇÃO IMACULADA VILLAS-BOAS 23500 PPS
COSMO IZIDORO DA SILVA 33400 PMN
DANIEL DE MORAES MONTEIRO 23600 PPS
DÉBORA CRISTINA DE ALCANTARA PEREIRA 33789 PMN
DENILSON PEROZZO 23100 PPS
DENILSON TAVEIRAS VILELA 33231 PMN
DIRCE TERRIANO 23275 PPS
EDISON DELLA MONICA 23047 PPS
EDMILSON SANTOS DE SOUZA 23420 PPS
ERSOM DOS SANTOS DANTAS 23888 PPS
FELIPE GUERRA 23015 PPS
FRANCISCO DE ASSIS PEREIRA SOUZA 33133 PMN
FRANCISCO NOGUEIRA DE VELOSO 33191 PMN
FRANCISCO PEREIRA DE SOUSA FILHO 23345 PPS
FRANKLIN ANDRADE DA SILVA 23022 PPS
GERALDO DA SILVA MAIA FILHO 33733 PMN
GILMAR XAVIER DE OLIVEIRA 33500 PMN
GILSON BUENO DO AMARAL 23132 PPS
GIULIANO FIORETI 23079 PPS
HAROLDO JOSÉ DOS SANTOS 23023 PPS
HERALDO LOPES GUIMARÃES 23777 PPS
HILDA MARIA AZEVEDO ALVES 23698 PPS
HIROAQUI YAMADA 23222 PPS
INARA SWOBODA MOREIRA BARRETO 33363 PMN
ISAURA GERAISSATI MARTINS 23002 PPS
IVAN NATAL FATORETO 23012 PPS
IVANISE ESPERIDIÃO DA SILVA SANTOS 23103 PPS
JAMIL MARQUES 23236 PPS
JOÃO CARLOS LOPES GARCIA 33123 PMN
JORGE LUIS DE SOUZA RODRIGUES 23477 PPS
JOSÉ CARLOS ALVES DE AGUIAR 23323 PPS
JOSE GABRIEL DA SILVA TELES 23458 PPS
JOSÉ LUIZ MACHADO 33325 PMN
JOSÉ MARIA TRINDADE BRANDÃO 23333 PPS
JOSÉ MARTINS DE ASSIS 33100 PMN
JOSÉ OSCAR DIONIZIO FARIAS 33853 PMN
JOSE RIBAMAR DOS SANTOS 23400 PPS
JOSÉ ROBERIO ROSA DE JESUS 33256 PMN
JOSE VICENTE DA SILVA 23154 PPS
JOSENAILTON VIEIRA SANTOS 33215 PMN
JUAREZ AMERICO DOS SANTOS FILHO 23623 PPS
LEANDRO DOS SANTOS SOUZA 23330 PPS
LINDOMAR CUSTODIA DE OLIVEIRA 23030 PPS
LIZETTI GERAISSATI MARTINS VILLEGAS 23231 PPS
LOURIVAL DE JESUS DA SILVA 33101 PMN
LUIZ ARLINDO DOS SANTOS 23033 PPS
LUIZ CARLOS ROSA JUNIOR 23999 PPS
LUIZ CARLOS TRUCOLO 23300 PPS
LUIZ DJALMA FILHO 33678 PMN
MAFALDA RUIZ DOMINGUEZ 33563 PMN
MARCIO NASCIMENTO ROSA 33630 PMN
MARCO ANTONIO PANIQUAR 23007 PPS
MARCOS AURÉLIO MIRANDA DE LIMA 23133 PPS
MARIA CELIA GOMES DE ALMEIDA 23254 PPS
MARIA DE LOURDES OLIVEIRA 23147 PPS
MARIA DO ROSÁRIO MARINS NUNCIATO 23505 PPS
MARIA NEUSA ANDRADE 23681 PPS
MARTA DE OLIVEIRA JUNGMANN 33777 PMN
MAURICIO PESSOA DE ALMEIDA 33233 PMN
MAURO BARROS OLIVEIRA 33680 PMN
MOZAIR ALVES DA COSTA 33963 PMN
MYRIAN APARECIDA BOSCO MASSAROLLO 33033 PMN
NEUSA DOS ANJOS RUOTOLO 33776 PMN
NIELTON CARVALHO DE MATOS 23258 PPS
PAULO CAINÉ DOS SANTOS SILVA 23008 PPS
RICARDO GOMES DA SILVA 23787 PPS
RICARDO YOUNG SILVA 23000 PPS
RICHARD SIHEL 23180 PPS
ROSANGELA GOMES DE CASTRO BARBOSA 33127 PMN
ROSANGELA RESENDE ROQUE DE SOUSA 23116 PPS
SERGIO FRANCISCO TERRA 23363 PPS
SERGIO OLIVASTRO 23234 PPS
SIDNEI SILVA DOS SANTOS 23111 PPS
SONIA DE JESUS SANTOS 23692 PPS
STELA MARIS DE OLIVEIRA 23654 PPS
TANIA APARECIDA DE MIRANDA 23069 PPS
TEREZA GENOVEVA CARNACCHIONI 23137 PPS
VALDENIR SIVIRINO VIRGINO 23900 PPS
VALDIR APARECIDO FUMIS 23267 PPS
VERA LUCIA ROSA DIAS 23112 PPS
VERONEIDE LEONICE OLIVEIRA ANGELO 23150 PPS
WAGNER ALEXANDRE DE LIMA MANFRE 23011 PPS
YUSIF ALI CHAHIN 23456 PPS
ZENAIDE DAS DORES GERALDO 33600 PMN
ZÓZIMO SILVA QUINTO 33700 PMN

NOME DE URNA

PROF. ABEL 23852 PPS
FARIA LIMA 23502 PPS
ADINELSON MOTA 23867 PPS
ADONAI HADAN 23369 PPS
DUDU DO BRAS 33140 PMN
AGNALDO FARIA GUINA 23018 PPS
AIRTON FIO 23120 PPS
CINTRA 33370 PMN
PROF. ALESSANDRO ROSSINI 23223 PPS
ALEX SANDRA COSTA 23025 PPS
DR. ALEXANDRE NOGUEIRA 23347 PPS
TOTÓ 33300 PMN
MIRO LEITÃO 23451 PPS
TONINHO DELPPEM 33162 PMN
ÁQUISON 33933 PMN
ARI FRIEDENBACH 23321 PPS
BRUNNA POTAME 23126 PPS
PR. CARLOS 23444 PPS
PROF. CARMEM 23513 PPS
PROF.CELSO ARAUJO 23700 PPS
PROF. PIPOCA 23013 PPS
CINDRA PINHEIRO 33800 PMN
CLAUDIA ZIMMARO 23210 PPS
CLAUDIO FONSECA 23123 PPS
CLAUDIO DAL PRÁ 23411 PPS
CONCEICAO VILLAS BOAS 23500 PPS
NEGRO COSMO 33400 PMN
DANIEL MONTEIRO 23600 PPS
DÉBORA FERREIRA 33789 PMN
PEROZZO 23100 PPS
DENILSON VILELA 33231 PMN
DIRCE TERRIANO 23275 PPS
DELLA MONICA 23047 PPS
O PHUMAÇA 23420 PPS
ERSOM DANTAS 23888 PPS
FELIPE GUERRA 23015 PPS
FRANCISCO SOUZA 33133 PMN
FRANCISCO NOGUEIRA 33191 PMN
CHIQUINHO PEREIRA 23345 PPS
FRANKLIN ANDRADE 23022 PPS
MAIA DO FRETADO 33733 PMN
GILMAR XAVIER 33500 PMN
GILSON AMARAL 23132 PPS
DR.GIULIANO FIORETTI 23079 PPS
HAROLDO GUERRA 23023 PPS
PAI GUIMARÃES 23777 PPS
HILDA FURACÃO 23698 PPS
YAMADA 23222 PPS
INARA SWOBODA 33363 PMN
ISAURA MARTINS 23002 PPS
IVAN DA FARMACIA 23012 PPS
IVANISE MÃES DA SÉ 23103 PPS
JAMILZINHO COMUNIDADE 23236 PPS
DOUTOR GARCIA 33123 PMN
PR. JORGE 23477 PPS
CARLOS AGUIAR 23323 PPS
GABRIELZINHO - O COLEGUINHA 23458 PPS
MACHADO 33325 PMN
JOSE MARIA 23333 PPS
ZÉ MINEIRO 33100 PMN
GILVANDO UNIDO AO POVO 33853 PMN
RIBAMAR 23400 PPS
VICENTE DO ESTACIONAMENTO 23154 PPS
NAILTON 33215 PMN
XOXO 23623 PPS
LEANDRO 23330 PPS
LINDOMAR 23030 PPS
LIZETTI GERAISSATI 23231 PPS
LOURIVAL NENO 33101 PMN
LUIZINHO DE ITAQUERA 23033 PPS
LUIZ ROSA 23999 PPS
LUIZ CARLOS 23300 PPS
DJALMA FILHO 33678 PMN
PROFª. MAFALDA 33563 PMN
MARCIO ROSA 33630 PMN
PROF. MARCO PANIQUAR 23007 PPS
PR. MARCOS MIRANDA 23133 PPS
CELIA 23254 PPS
VÓ GPP - MARIA DE LOURDES 23147 PPS
NEUZA ANDRADE 23681 PPS
MARTA OLIVEIRA 33777 PMN
MAURICIO PESSOA 33233 PMN
MAURO GAGO 33680 PMN
MOZAIR COSTA 33963 PMN
MYRIAN MASSAROLLO 33033 PMN
NEUSA RUOTOLO 33776 PMN
RIVER 23258 PPS
PAULO CAINE 23008 PPS
MESTRE RICARDO 23787 PPS
RICARDO YOUNG 23000 PPS
RICHARD 23180 PPS
ROSE DO LIMÃO 33127 PMN
PROFª ROSANGELA RESENDE 23116 PPS
SERGIO TERRA 23363 PPS
SERGIO OLIVASTRO 23234 PPS
SIDNEI SILVA 23111 PPS
SONINHA DE JESUS 23692 PPS
STELA MARIS 23654 PPS
TANIA MIRANDA 23069 PPS
PROFª ZINHA 23137 PPS
BAXINHO DOG 23900 PPS
VALDIR SAMPELL 23267 PPS
VERA DIAS 23112 PPS
VERA ANGELO 23150 PPS
WAGNER MANFRE 23011 PPS
CHAHIN 23456 PPS
ZENAIDE 33600 PMN
ZÓZIMO MARANHÃO 33700 PMN

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Veja "Hora do Voto" com Soninha na TV Gazeta


Assista aqui a íntegra do programa "Hora do Voto", com meia hora de entrevista da candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, à jornalista Maria Lydia, exibida em 2 de julho na TV Gazeta.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Campanha de Soninha começa onde surgiu cidade

O início da campanha de Soninha Francine à Prefeitura de São Paulo, no primeiro dia permitido pela legislação eleitoral, está marcado para o local da fundação da cidade: o Pátio do Colégio (ou Pateo do Collegio, na grafia original).

Ao lado da candidata a prefeita, Soninha, e do vice Lucas Albano, dirigentes e candidatos a vereador do PPS e do PMN, que formam a coligação "Um Sinal Verde para São Paulo", vão se reunir para um café às 11h30 da manhã desta sexta-feira, 6 de julho.

O simbolismo do ato é explícito: ali foi erguida a primeira construção da atual cidade de São Paulo, quando o padre Manuel da Nóbrega e o então noviço José de Anchieta, entre outros jesuítas, a pedido de Portugal e da Companhia de Jesus, estabeleceram um núcleo para fins de catequização de indígenas no Planalto.

O Pateo do Collegio, marco inicial no nascimento da cidade de São Paulo, está encravado no alto de uma colina entre os rios Tamanduateí e Anhangabaú. Em 25 de janeiro de 1554, foi realizada, diante de uma cabana coberta de folhas de palmeira, a missa que oficializou o nascimento do colégio jesuíta.

A coligação "Um Sinal Verde para São Paulo" tem a marca da sustentabilidade e lança 110 candidatos (77 homens e 33 mulheres) ao Legislativo paulistano.

O que essa coligação pretende é dar voz à parcela significativa da população que tem mandado nas urnas, nas redes sociais e nas ruas o seu recado de descontentamento contra a mesmice da política e tem o desejo sincero de transformar o mundo e a comunidade onde vive.

A jornalista Sonia Francine Gaspar Marmo, 44 anos, foi vereadora de São Paulo eleita pelo PT em 2004, candidata à Prefeitura pelo PPS em 2008 e subprefeita da Lapa. O advogado Lucas Albano Ribeiro dos Santos, 62 anos, é presidente estadual do PMN paulista e foi candidato a senador (2002), deputado federal (2006 e 2010) e vice-prefeito (2008).

Leia também:

Entenda coligação "Um Sinal Verde para São Paulo"

Soninha Francine: "Existe um porquê..."

Veja a nova propaganda institucional do PPS na TV

Veja repercussão do lançamento de Soninha em SP

"Eu sou jovem, eu sou São Paulo, eu sou Soninha"


Reveja acima duas participações emblemáticas na Convenção do PPS que aprovou a coligação "Um Sinal Verde para São Paulo" e lançou Soninha Francine à Prefeitura: o líder do partido na Câmara Municipal, vereador Claudio Fonseca, anfitrião da nova bancada que o PPS pretende eleger em 2012; e um jovem de 14 anos, o estudante Guilherme Cortez, que há um ano mantém um blog sobre política e representa verdadeiramente o "novo" (e a qualidade independe da idade), em oposição por exemplo ao candidato petista, que se apresenta como novidade tendo Maluf, Collor, Sarney e os mensaleiros no palanque.

"Eu sou jovem, eu sou São Paulo, eu sou Soninha", foi a palavra de ordem do blogueiro Guilherme Cortez, que ainda não tem idade para votar nem ser votado, e reproduzida pelo vereador e professor Claudio Fonseca - igualmente jovem, porém há mais tempo :-)

Leia também:

Hino vira espetáculo de vozes em evento do PPS

Maracasamba do ProEco animou festa de Soninha

Veja a nova propaganda institucional do PPS na TV

Veja repercussão do lançamento de Soninha em SP

Rede Globo mostra lançamento de Soninha Prefeita

Entenda a coligação "Um Sinal Verde para São Paulo"

Soninha Francine: "Existe um porquê..."

Uma Soninha incomoda muita gente, mas um Maluf...

terça-feira, 3 de julho de 2012

Veja a nova propaganda institucional do PPS na TV



Leia também:

Hino vira espetáculo de vozes em evento do PPS

Maracasamba do ProEco animou festa de Soninha

"Eu sou jovem, eu sou São Paulo, eu sou Soninha", diz blogueiro de 14 anos

Veja repercussão do lançamento de Soninha em SP

Rede Globo mostra lançamento de Soninha Prefeita

Entenda a coligação "Um Sinal Verde para São Paulo"

Soninha Francine: "Existe um porquê..."

Uma Soninha incomoda muita gente, mas um Maluf...

Engenheiros abrem ciclo de debates com Soninha

Nesta terça-feira (3 de julho), a partir das 10h da manhã, o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP) abre o ciclo de debates com os candidatos a prefeito recebendo Soninha Francine, candidata do PPS.

O ciclo de debates “A engenharia e a cidade” é realizado pelo sindicato desde o ano 2000 e tem o objetivo de dar àqueles que pretendem governar a cidade a oportunidade de apresentar seu programa de trabalho e também de ouvir as sugestões dos engenheiros para setores como transporte, mobilidade, habitação, saneamento, e iluminação pública.

“Como tradicionalmente acontece, vamos receber, em datas alternadas até o mês de setembro, os candidatos de todos os partidos e/ou coligações para que falem sobre seus programas de governo e recebam sugestões dos engenheiros, profissionais que muito têm a contribuir para a solução dos problemas urbanos”, explica o presidente do sindicato, Murilo Celso de Campos Pinheiro.

Ele lembra que a iniciativa do SEESP tem a virtude de colocar em pauta o que de fato importa no processo eleitoral: os problemas que afligem os cidadãos e a melhor saída técnica à disposição para resolvê-los. “Os eventos são também uma boa oportunidade para que os eleitores possam decidir em quem votar mais conscientemente”, destaca.

A atividade é aberta ao público e acontece sempre na sede do SEESP, na Rua Genebra, 25 – Bela Vista (ao lado da Câmara Municipal).

O ciclo “A engenharia e a cidade” também será transmitido ao vivo pela internet. Para assistir basta acessar aqui, a partir das 10h da manhã.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Jornal Metro desta segunda entrevista Soninha

A candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, é a entrevistada desta segunda-feira do jornal impresso Metro, da Band. São duas páginas. Leia aqui.

Leia também:

Soninha diz que vai priorizar o transporte público em SP

TV Diário: Soninha quer mais empregos na periferia


Para o jornal Diário de S. Paulo, a candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, disse querer mais empregos na periferia e que a saúde é emergência na cidade. Leia aqui a entrevista impressa.